domingo, 23 de maio de 2010

Tão Ser Tal

Imagem do google











O ser tal quis ser tão ser, que a viver não se importou
O ser tal quis ser tão ser, que no sertão se embocou

Sendo o ser tal do sertão, ser tão tal ser tão temido
Fez o sertão desertar, deserto sertão querido

Querido se tão deserto, sem amor sem coração
Fez o seu ser, ser desgraça, nas faces agraciadas das veredas do sertão

O ser tal amor tornou de um tal ser amador
Mas amor não aprendeu, pois outro ser não amou

O ser tal não pode ser, o tal ser que ser se quis
Por que Pra ser no sertão, ser tal tem que ser feliz

E felicidade é tal, é tal ser sempre sertão
Ser tão eu ser tão você nas terras do coração
Sertão eu sertão você nas terras do coração

O ser tal amar virá quando vir amar o sertão
Pois amar é lua cheia abraçando a solidão...
O ser tal amar virá quando vir amar o sertão
Pois amar é lua cheia abraçando a solidão...

Nenhum comentário:

Postar um comentário