domingo, 23 de maio de 2010

Dona Tereza

Imagem do google


Dona Tereza, eu tenho tanto para te dizer...
Ah! Mas faz tanto tempo que a gente não se vê!
Eu sinto saudade, daqueles momentos que passei junto de ti...
Quando a lembrança pulsa no meu peito...
Não tem outro jeito me pego a sonhar!
E feito criaça cheio de esperança
nado nas lembraças pra gente se amar.
Ainda te flerto olhando o meu reflexo,onde sua imagem se faz refletir...
No espelho vejo seu olhar distante e sinto seu perfume exalar de mim!

Ah! Como seria te amar como antes, sermos bons amantes com o mundo sob os pés...
Hoje sou apenas alguém solitário, lembrando os dias que já mais não tenho...
Sou feito palavra presa em dicionário, por isso a saudade, vem molhar-me o cenho...

Desde que partistes nunca mais amei...
O porquê não sei, talvez parti também!
A velha conquista já não mais sacia...
E a boêmia não tem mais sentido!
Não sacia a alma e vem agrada o corpo...
Pense bem comigo, eu devo estar louco!
Louco de saudade amor veja bem...

Vou todos os dias na caixa de correio pra ver se encontro lá correspondências...
Uma noticia sua, pra me saciar... Para aplacar a sua triste ausência...

Nenhum comentário:

Postar um comentário